Lançada a modernização da Zona Azul em Sumaré

Foi lançado oficialmente nesta terça-feira, dia 25 de outubro, o novo sistema de pagamento do estacionamento rotativo do quadrilátero central da cidade, conhecido como Zona Azul.No novo sistema, o usuário ganha diversas opções para pagar pela permanência nas vagas demarcadas por uma ou duas horas, incluindo a compra de créditos de uma hora, ou “pins”, por aplicativo de celular e pela internet.O objetivo é incentivar a rotatividade das vagas, facilitando que os consumidores frequentem o Comércio, os bancos e os serviços da Avenida 7 de Setembro e seu retorno.

O aplicativo da Zona Azul de Sumaré pode ser baixado gratuitamente na loja da Play Store de seu smartphone e assim efetuando a compra da Zona Azul ou também pode ser efetuada pela internet pelo site rizzai.com.br.

Alem da prefeita e da equipe técnica da Rizzo, estiveram presentes os secretários municipais de Governo, João Alberghini Sobrinho, de Mobilidade Luiz Eduardo Almança, e de Desenvolvimento, Fabio Guerra, entre outros, o presidente da concessionária, Roberto Borges Rizzo, o vice-presidente do CPqD, José Eduardo Azarite, os vereadores Cicero Ceará, Warlei, Sergio Populina, João Maiorial e Dito Lustosa, o presidente do Conselho Municipal de Saúde, José Luis Crepaldi, e o gerente executivo da ACIAS (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária), Fernando Monteacutti.

“Estamos lançando uma importante modernização da nossa Zona Azul.Estamos há algum tempo estudando essas mudanças junto com a concessionária, que tem uma parceria com o CPqD. E vai melhorar muito para o motorista e o consumidor da cidade, vamos ter com certeza um rodizio maior de veículos e mais vagas disponíveis para quem precisa vir ao comercio do centro.Também vai facilitar para nossa Fiscalização de Trânsito, pois temos um limitador:o número de Agente de Trânsito.Mas utilizando-se da tecnologia de ponta, estamos avançando e melhorando bastante.Sumaré será referencia para muitos outros municipios. E esse é o caminho que o Serviço Publico tem que seguir em todas as areas, o da modernização constante”, comentou a prefeita Cristina aos presentes.

O representante da ACIAS destacou o apoio da entidade de classe a modernização do sistema e destacou outra novidade:a possibilidade de que os comerciantes passem a oferecer Zona Azul gratuitamente para seus clientes como “um diferencial de marketing”atraindo consumidores.

“Se não tivermos um sistema como este, que incentive a rotatividade das vagas de estacionamento no Centro, nosso consumidor, vai cada vez mais fora da cidade.Esse novo sistema traz para o nosso consumidor, para o usuario da Zona Azul, a sensação de retorno que ele está procurando.E nosso empresário já entende a importância da vaga para o consumidor”, afirmou Monteacutti.

Além da compra do “tíquete eletrônico” por app ou pelo site, a aquisição tambem continua a ser feita em 30 (trinta) novos parquímetros de autoatendimento (que estão sendo instalados), que passam a aceitar cartões de crédito e débito, diretamente com os monitores da empresa concessionaria que circulam pela região central ou em qualquer estabelecimento comercial que queira se tornar ponto de venda (já 45 deles cadastrados no sistema).

A principal vantagem dessa alteração é que o motorista não precisa mais voltar ao veiculo após estacionado para ficar trocando o tíquete, como também não há mais a necessidade de se colocar o tíquete impresso no para-brisa ou painel do veiculo, além do carro ou o utilitário poder ser estacionado em qualquer lugar da Zona Azul dentro do período adquirido.

Por enquanto, o perímetro delimitado pela Prefeitura como Zona Azul continua o mesmo, com igual o numero de vagas, bem como o valor da hora, o período legal de tolerância (10 minutos) e o período máximo de permanência na mesma vaga (2 horas).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais